A Taurus PT840 falhou e vai acabar em pizza

thiago-enterro
Enterro do policial morto em combate por conta da falha de sua arma.

No dia 22 de Fevereiro de 2015, morreu o policial Thiago Tomé, da Polícia Civil do Rio de Janeiro. Motivo atestado pela polícia? A arma, uma Taurus PT840, teve uma falha no segundo ou terceiro disparo e o policial não teve tempo de arrumar a falha. Morreu tentando se defender.

Uma semana depois, postei um vídeo que fiz em 2013 com a mesma arma, onde tive inúmeras falhas de alimentação. Ao longo de dois anos, recebi muitos comentários confirmando essas falhas. Muitos policiais no Brasil já tiveram o mesmo problema. Já mostrei em alguns vídeos, no canal Gosto de Armas do Youtube, que as falhas são causadas provavelmente por um erro de projeto, onde a rampa tem inclinação muito acentuada. Para piorar, a munição que sai do carregador fica muito abaixo do cano, o que piora a inclinação. A munição acaba entalando com a base no extrator e o projétil no começo da câmara.

falha8402falha

Alguns policiais me escreveram que a PT840 deles funciona perfeitamente. Porém não tenho como comprovar. Só tenho a minha arma PT840, mais os relatos de outros policiais, provando que mais armas, além da minha, têm o mesmo problema (falhas de alimentação).

Pra quem não sabe, eu faço testes de armas no Youtube. Assim como critico a PT840, em meus vídeos, também elogio outras armas da Taurus que são boas.

Na minha opinião, devido ao fato que um policial morreu e que aparentemente existem mais casos similares sendo investigados, é irresponsável a continuidade do uso dessa pistola pela polícia (na verdade por qualquer pessoa que pense em usar em combate ou defesa). O que é pior, essa mesma pistola será introduzida nas polícias do Estado de São Paulo. Note que não há nenhum recall dessa arma, assim como nunca aconteceu nenhum recall da problemática 24/7 GEN1.

Aqui entram muitos problemas complexos interligados. Alguns são apenas suposições baseadas em desconfiança, outros mais comprovados.

A Taurus pode ter algum problema de controle de qualidade. E, na minha opinião, tem. Não é comprovado, mas observo uma grande inconsistência na qualidade de suas armas. Eu já comprei armas da Taurus que são excelentes, principalmente as pistolas todas de aço e os revólveres. Nas pistolas com base em polímero, eu noto a maior variação de qualidade. A maioria dessas pistolas em polímero, eu tive algum problema pequeno, mas com a PT840 as falhas foram inaceitáveis.

Lógico, quem compra uma arma nova tem que ir ao clube de tiro e dar muitos disparos, principalmente se você é policial. Eu não me sinto confiante em usar uma arma para defesa antes de ter dado no mínimo uns 500 disparos. Existem alguns autores que vão mais além, indicam no mínimo 2 mil disparos para uma pessoa ser proficiente no uso de sua arma. Por isso, o problema também está em treinamento insuficiente por parte de algumas organizações policiais. Não só treinamento de combate, mas também de manuseio e solução de panes. Conversando com alguns policiais inscritos no canal, treinamento insuficiente é quase certo na maioria dos casos no Brasil, com algumas exceções. Porém, isso não invalida os problemas de projeto da PT840. Uma coisa é saber sanar falhas, outra é ter uma arma que falha muito. Não é aceitável.

foto de traficantes
Prova de que traficantes possuem restrições na compra e uso de armamento.

A única linha de defesa da sociedade hoje é o policial da ativa, já que o cidadão e, agora, até o policial aposentado foi desarmado, para o deleite dos criminosos. Se, para piorar, dão ao policial uma arma de baixa qualidade, aí melhor fechar as portas. Os criminosos têm alguma restrição de armas importadas? Não precisa nem responder…

Porque é que as polícias brasileiras não usam um equipamento mais confiável? Resposta rápida, porque não podem. Existe um impedimento legal para polícias no Brasil na compra de armas importadas se existe similar nacional. Esse é um problema enorme, onde um monopólio pode simplesmente vender o que quiser, sem nenhuma competição. “Ah, mas existe a Imbel.” A Imbel realmente é uma arma boa, mas o projeto da 1911 é antigo e talvez o processo de edital tenha mais problemas do que imaginamos.

Por experiência pessoal, quando não é possível entender uma decisão de compra, eu penso no ato “aí tem”. Não descarto a possibilidade de pagamento de propina em alguns casos. Pronto, falei. Isso não é nada confirmado, mas eu conheço o ambiente de editais no Brasil. Não é nada raro, como recentemente aconteceu com a Petrobrás, o pagamento de propina para uma empresa passar a perna em outra. Isso com certeza acontece com inúmeras outras organizações governamentais, incluindo organizações policiais. “Ah, mas é a polícia.” Existem criminosos em qualquer lugar, até na polícia.

A restrição de usar equipamentos importados na segurança pública é simplesmente imbecil. “Ah, mas temos que proteger a indústria nacional.” Ótimo, então se contente com armas caras e de baixa qualidade. Num paralelo, se não fosse a abertura de importação de carros, o brasileiro ainda andaria de carroça. A mesma coisa pode ser dita em relação às armas. Sem competição, qualquer produto fica caro e ruim.

Enquanto essa restrição persistir, mais problemas acontecerão, mais policiais morrerão. Simplesmente não há incentivo para a indústria nacional fazer um produto melhor. O policial deveria, pelo menos, ter a opção de comprar a arma que quiser, em qualquer calibre, inclusive importadas, para uso pessoal. Mas o governo confia nos policiais? O que é mais importante, a vida dos nossos policiais, ou a manutenção de um monopólio que não beneficia a segurança pública?

O que eu escuto de alguns para justificar restrições para policiais? “Ah, mas não pode dar qualquer arma pra qualquer policial…” Dá vontade de sumir. Melhor ter um policial bem equipado ou não? Os policiais que acompanham meu canal sabem que eu sou extremamente crítico com alguns pontos do trabalho e da organização policial no Brasil. Mas, eu também sei que o policial tem que lidar diariamente com o que há de mais podre do ser humano todo dia. A última coisa que eu quero ver é um policial mal equipado. Se o cara está na rua para me proteger, quero ele com o melhor equipamento possível, se a melhor arma for uma Glock banhada a ouro, que seja, se for um fuzil, que seja. Ainda mais se o policial investe seu próprio dinheiro na compra da arma. Mas no país do não pode, não pode…

Nos EUA, onde moro, não existe monopólio, a competição favorece o trabalho policial, pois a melhor arma é escolhida para cada departamento de polícia, baseado em suas necessidades reais. São feitos testes exaustivos e não há restrição alguma de armas. Adivinhe se a PT840 está presente em alguma organização policial nos EUA? Pois é, aqui até a FN Five Seven foi adotada por alguns departamentos. A preocupação é no que há melhor para o trabalho policial, não em controle inútil e protecionismo medíocre.

Bom, e a PT840? Ué, como sempre em terras tupiniquins, vai continuar sendo implantada em algumas polícias, com certeza deixando alguns policiais mortos e a sociedade menos protegida. Quando alguma falha matar alguma vítima de destaque, aí talvez a mídia dê alguma importância a casos semelhantes. Enquanto isso, se eu fosse policial, ia trabalhar com uma arma particular de backup. Melhor uma arma feia e quadrada, mas que funcione mesmo num calibre mais fraco, do que uma linda em .40S&W, que falha quando mais é preciso.

Se você gostou deste artigo, por favor, compartilhe-o com seus amigos!

Um brasilerio que mora na Florida - EUA e apaixonado por armas de fogo. Economista, youtuber (Canal Gosto de Armas), com foco em análise de armas e munições pelo ponto de vista civil. Mudei para os EUA a trabalho, onde posso realizar meus sonhos em relação a colecionismo e recreação com armas de fogo.

8 COMENTÁRIOS NO ARTIGO: “A Taurus PT840 falhou e vai acabar em pizza

  1. Eles fazem isso porque o que o PT quer é o Caos Criminal para poder implantar uma ditadura á la Hugo Chavez e Nícolas Maduro.

  2. Ola, me chamo Crivelli, sou policial a 20 anos no estado de são paulo, e pelo nomes 18 anos como armeiro, conhecimento empírico, mais apos 18 anos como armeiro prestando serviço para PM,PC e até PRF entre outros, tais como colecionadores e atiradores da região percebi que ha muita reclamação sobre a 24/7 G1 e principalmente, agora mais recente sobre a PT840, falhas de ejeção e alimentação, sou acostumado a postar criticas sobre o governo em meu Facebook sobre diversos assuntos e já fui até perseguido administrativamente sobre isso, fiz uso da PT100 por durante 10 anos e também tive diversos problemas com a arma, não só eu mais outros tantos policiais, quantidade considerável de pessoas, todas os casos que analisei, cito a PT27/7 e 840, cheguei ao consenso de que se tratava de falha de equipamento, os seja problemas mecânicos, e ou qualidade de materiais usado na fabricação, poucos casos, “raros” por falta de manutenção ou lubrificação e limpeza, infelizmente venho a concordar com o Sr. pois o estado esta mais preocupado em “agradar” a industria nacional, do que comprar materiais de qualidade para os funcionários públicos, em todos os setores, não só na segurança publica, ainda não cheguei ao uma opinião concreta sobre o que motiva este comportamento, mais da para arriscar um palpite, excesso de corrupção neste pais é um deles… um abraço.

  3. Acabei de comprar uma PT 840, sou policial civil e estou morto de arrependimento. Usei por muito tempo a PT 100 e não tenho nenhuma restrição sobre ela.

  4. É IMPRESCINDÍVEL QUE O POLICIAL UTILIZE UMA ARMA DE EXTREMA CONFIANÇA QUE FUNCIONE DE FORMA PERFEITA ,SUA VIDA EM UMA SITUAÇÃO DE CONFRONTO DEPENDE DE UMA BOA ARMA,TENHA O POLICIAL SEMPRE UMA ARMA DE RESERVA .

  5. Hoje fui vítima de falha da PT840, estava na praia com minha família quando um marginal armado com uma faca, desferiu um golpe contra uma amiga que nos acompanhava na tentativa de assaltar-nos, quando veio em minha direção saquei a arma e após não obedecer a ordem de parar, acionei o gatilho por três vezes, sendo que todos falharam e tive que entrar em luta corporal com o assaltante, felizmente ninguém se feriu com gravidade porém se ele estivesse com arma de fogo, eu não estaria aqui relatando o fato.Triste nossa segurança pública ser tão mal equipada.

  6. Tenho uma e uma vez não disparou ,pode ter sido a munição não sei , dei um golpe e a munição seguinte desparou

  7. Por exaltar a corrupção dos comunistas que governam o Brasil, fui excluído do Facebook, além de receber costumeiramente, e-mails com virus letais.
    Este é o Brasil governado por terroristas guerrilheiros corruptos bolivarianos comunistas. Enquanto PT existir, enquanto Dilma for presidente, enquanto o Lula mandar na política brasileira seremos eternos capachos desses desgraçados. Temos que matar toda essa cambada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *