Nomenclaturas de Armas de Fogo

Bom dia/tarde/noite leitores, venho relutando a escrever este artigo sobre nomenclaturas de armas de fogo desde a criação do blog, mas depois de certos acontecimentos me vi obrigado a isto.

É de conhecimento geral que a cultura de armas no Brasil é muito singela. Poucas pessoas realmente se interessam por este assunto e menor ainda é o grupo que realmente estuda e quer aprender algo mais a fundo neste tema, e nesses grupos estão inclusos todos os brasileiros, independentemente de sua posição na sociedade, sejam policiais, militares ou civis.

A falta de motivação para querer aprender é nítida. Me lembro de uma vez, em um cursinho que eu fazia, havia alguns policiais mais velhos e com muito tempo de corporação na turma, e certa vez um deles ao contar um caso disse: “Mas a única arma que possuo é a que o Estado me fornece mesmo, uma PT .40”, como eu sabia que a arma fornecida pelo governo, na época, era uma IMBEL MD5GC .40 S&W eu logo perguntei, “Mas a polícia não usa armas da IMBEL como padrão?” Ele respondeu, “sim, porque?”, então eu disse, “porque PT significa Pistola Taurus, então se a arma é da IMBEL ela não é uma PT”, foi aí que ouvi a coisa mais absurda da minha vida, “Ah, então eu tenho uma PI .40, Pistola IMBEL, né?”, balancei a cabeça num sinal de que concordava, e voltei a esperar o professor entrar na sala.

Mas isso não é de hoje e muito menos se define a uma classe em específico, pessoas de meu convívio, civis comuns, mais velhas, mais experientes, que tem contato com armas a muito mais tempo que eu, também tem essa falta de interesse. Mesmo tendo diversas armas ou tendo, no passado, já atirado com armas de diferentes modelos, marcas e calibres.

Sou um dos administradores da comunidade “Armas de Fogo” no facebook, e por isso passo certo tempo do meu dia monitorando a comunidade, lendo os tópicos e respondendo a algumas dúvidas que surgem, e sempre vejo pessoas falando “O que acham dessa PT?”, sendo que a arma em questão era uma IMBEL GC MD1, e eu sempre corrijo na hora “Essa não é uma PT. PT quer dizer PISTOLA TAURUS, se a marca dessa arma é IMBEL, logo, não é uma PT, no caso, é uma IMBEL modelo MD1GC no calibre .380…”. Certa vez recebi uma resposta meio absurda de um membro da comunidade, o que me deixou espantado, “PT é um jargão policial para definir pistolas, não venha julgar e dar uma de espertalhão, blá, blá, blá…” calma lá, um membro, que provavelmente é policial, veio justificar um erro com base em outro erro?

É fato que diversos policiais chamem todas as pistolas de PT, talvez por falta de conhecimento, talvez por costume. Independente do motivo, é certo dizer que seja quem for que chame uma pistola de PT está errado, da mesma forma que quem chama qualquer revólver de .38, sendo ele, na verdade, em .44 Magnum está equivocado; e também quem chama qualquer arma de modo de disparo automático de metralhadora, independente de ser um fuzil ou submetralhadora ou mesmo uma metralhadora, e qualquer espingarda é uma 12, mesmo que seja uma 28, qualquer fuzil mais longo é um “762”, mesmo que esse “762” não seja o correto e fuzis menores um “556”, qualquer carabina por ação de alavanca são Winchester’s, e por ai vai.

DSC00917
Nome do modelo no ferrolho da arma, no caso, uma PT58 HC PLUS em .380 ACP.

Sempre que ouço ou leio alguém citando uma arma qualquer por termos genéricos a ponto de ser realmente impossível para qualquer um ter ideia do que a pessoa está dizendo, gosto de citar um simples exemplo, uma pequena comparação: citar o nome PT para indicar qualquer pistola ou citar apenas seu calibre, é o mesmo que citar a VW para indicar qualquer tipo de carro. Alguns podem dizer: “Carros e armas? Um não tem nada haver com o outro!” e realmente, não tem nada haver mas o padrão de suas nomenclaturas são parecidas. Quando citamos um carro, nunca dizemos: “Eu tenho um VW 2.0” ou “Eu dirijo um carro 2.0”, também não dizemos “Eu tenho um VW, carro sensacional”, não, sempre que queremos especificar um carro dizemos exatamente o que queremos dizer, citamos a marca, modelo, motor e ano de fabricação (quando necessário), dizemos: “Tenho um Gol 1.6 2010”, e dizemos isso para que a pessoa com a qual conversamos tenha a ideia exata do que estamos falando, em sua cabeça. Não é necessário citar a marca, ao citarmos um modelo estamos automaticamente citando aquela marca, pois só aquela empresa produz um produto, daquele ramo, com aquele nome.

Com armas de fogo segue-se exatamente a mesma ideia, não se diz que você possui ou já atirou ou manuseou uma PT ou .40 ou uma PT .380. Quando falamos de armas devemos dizer exatamente o que queremos, assim como falamos de carros. Se você é um Policial Militar de São Paulo e possui uma PT24/7 do Estado, diga exatamente isso, esse é o nome correto da arma, dizer que você possui uma .40 é muito genérico. É provável que ninguém vai ter ideia do que você está falando, já que em outros Estados nem sempre se usam as mesmas armas. Obviamente se você não souber de qual arma se trata, ao menos use informações genéricas corretas, chame as armas por seus tipos e marcas, e quando não souber a marca, deixe isso claro, por que o problema mesmo não é nem não saber uma informação sobre o seu armamento ou de qualquer pessoa, o maior problema é passar uma informação errada para frente achando que está certo, por vergonha, medo ou que seja o desinteresse. Ninguém é obrigado a receber uma “desinformação”.

M16
Corpo do fuzil Colt M16

As armas longas seguem a mesma regra, existem marcas e modelos para cada arma de cada marca específica e cada modelo pode ou não ser oferecido em calibres diferentes. A Taurus por exemplo, tem em seu catálogo de produtos uma carabina chamada Puma, em .38 SPL, .357 Magnum, .44-40, .44 Magnum, a questão é que essa arma é muito parecida com a famosa Winchester Mod. 1870 (entre outras), carabina por ação de alavanca. Mesmo sendo de uma marca brasileira e tendo o nome completamente diferente do modelo em que foi baseado, muitas pessoas ao olharem para ela afirmam “É uma Winchester”. Mesmo ao atirar, tocar, manusear e ter muito contato com a arma por um longo período de tempo, apenas por ter este tipo de ação (por alavanca) ela se torna uma Winchester, a questão é que erros assim, na polícia por exemplo, pode gerar alguns problemas, pois ao afirmar que a arma é uma Winchester, afirmam então que essa arma entrou aqui por meio de tráfico internacional, já que a arma é de fabricação americana e não é vendida aqui. O mesmo ocorre com fuzis, ou seja, um FN SCAR-H não é um “FAL 762”, um M16, não é um “556” ou uma M4, é apenas uma M16, um FAL ou PARA-FAL não é um “762” é um FAL ou PARA-FAL, um MD97 ou um IA-2 não é um “556” é um MD97 ou um IA2.

É importante citar nesse texto que a maioria das armas da Taurus seguem um padrão bem simples de nomenclatura. Todas as suas armas possuem, antes do número do modelo, as siglas do tipo de armamento, normalmente em inglês ou em português, ou seja:

  • PT: Pistola Taurus;
  • RT: Revólver Taurus;
  • ST: Shotgun Taurus;
  • SMT: Submetralhadora Taurus;
  • MT: Metralhadora Taurus (não concordo com essa de forma alguma, pois ela cita na verdade uma submetralhadora, mas enfim);
  • ART: Assault Rifle Taurus (projeto que não foi pra frente, ART556);
  • CT: Carabina Taurus.

E ela ainda criou séries para suas pistolas,  cada série é subdivida em pistolas nomes de modelos diferentes, porém, com o mesmo design, por exemplo, a série 900 tem dentro dela a PT938, PT940, PT945, PT957, PT909 e PT911 (entre outras) estas armas são respectivamente nos calibres, .380 ACP, .40 S&W, .45 ACP, .357 SIG e 9mm (para as duas últimas). E assim se segue para diversos outras séries de pistolas desta marca, como a série 24/7 que possui diversos modelos de PT  24/7 dentro desta série.

My beautiful picture
Da esquerda para a direita: PT92 em 9mmP, PT908 9mmP, PT24/7 Pro em 9mm, PT24/7 OSS DS em .45 ACP e PT-111 em 9mm, como é possível ver, as PT 24/7, são da mesma série, porém, modelos diferentes em calibres diferentes.

Portanto SIM, PT significa NECESSARIAMENTE Pistola Taurus, não interessa se 99,9% dos policiais usam essa sigla para citar qualquer pistola e julgam ser um “jargão policial” e tem isso como certo, ou se é dessa forma que ensinam nas academias de polícia. Não interessa se você atira a 60 anos e sempre usou PT para distinguir uma pistola de um revólver, não importa se você tem 100 anos de idade e atira desde os 10 e sempre chamou uma pistola de PT, está equivocado. Se quer abreviar o nome pistola use a sigla PST. que é o correto.

Ao manusearem armamentos, seja em apreensões, armas de amigos, de parentes ou do clube de tiro que frequenta, tentem reparar no corpo da arma a logo da empresa que fabrica provavelmente estará ali, nela também provavelmente estará escrita o nome da marca da arma. Ao longo do cano ou ferrolho da arma, e dependendo até mesmo no próprio corpo dela, estará escrito o nome do modelo e calibre, e é importante citarmos as armas pelos seus nomes corretos para que possamos criar uma cultura de armas de forma correta, ao invés de continuarmos de uma forma errônea.

É importante frisar que não estou impondo nada, apenas informando algo que sempre notei nas comunidades de armas das quais participo e em rodas de amigos quando o assunto surge. Cada um chama sua arma da forma que bem entender, afinal quem sou eu para impor isto. Só quis deixar claro nesse texto que por muitas vezes, as armas são chamadas de uma maneira errada por falta de conhecimento e não por uma simples vontade.

Se você gostou deste artigo, por favor, compartilhe-o com seus amigos!

Criador do blog Firearms Brasil. Atirador Informal, Técnico em Informática, mineiro e apaixonado pelo mundo das Armas de Fogo.

6 COMENTÁRIOS NO ARTIGO: “Nomenclaturas de Armas de Fogo

  1. Muito bom colega.É um satisfação enorme saber que pessoas gostam de buscar conhecimento.
    muito obrigado

    Aproveitando a oportunidade você tem alguma coisa sobre a nomenclatura sobre das PTs 24/7, pois exitem varias versões tipo:
    PT 24/7 PRO
    PT 24/7 Police.
    PT 24/7 PRO SA.
    PT 24/7 PRO Tatical.
    PT 24/7 PRO Tatical DS.
    PT 24/7 PRO LD.
    PT 24/7 LS
    PT 24/7 PRO Tactical LS DS.
    PT 24/7 DAO.

    PT 24/7 OSS.
    PT 24/7 OSS DS.

    Você tem o significado dessas siglas?
    Abração.

  2. Gostaria de tirar uma dúvida; Só a Taurus que usa a sigla,PT ,para indicar que são os fabricantes? obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *