CALIBRE DA SEMANA: 6,8mm SPC

Olá, olá, olá! Bem vindos a mais um calibre da semana, e hoje falaremos sobre o 6,8x43mm, também conhecido como 6,8mm Remington Special Purpose Cartridge (6,8 SPC) ou apenas 6,8mm SPC II. O calibre foi desenvolvido para corrigir as deficiências do calibre 5,56x45mm NATO. Este calibre foi o resultado de um programa para melhoramento dos calibres utilizados em rifles/fuzis (Enhanced Rifle Cartridge program).

O 6,8x43mm foi inicialmente desenvolvido pela MSG Steve Holland e Chris Murray, armeiros da Markmanship Unit do Exército Americano, para oferecer mais letalidade que o 5,56x45mm NATO a curta distância. O 6,8 SPC, quando utilizado na plataforma M16 com carregadores STANAG não tem uma perda considerável em sua capacidade e o aumento no recuo da arma é desconsiderável de tão pequeno. O objetivo da criação 6,8 SPC era preencher a lacuna entre o 5,56x45mm NATO e o 7,62x51mm NATO.

Comparção entre o diâmetro da boca do cano de um AR em 5,56x45mm e outro em 6,8mm SPC
Comparção entre o diâmetro da boca do cano de um AR em 5,56x45mm e outro em 6,8mm SPC

Seu desenvolvimento começou redimensionando uma cápsula de .30 Remington para que coubesse em um carregador STANAG de M16. Em alguns testes realizados ficou determinado que o projétil do calibre 6,5mm teria maior velocidade e capacidade de penetração. Além disso, seus testes em balística externa e terminal com o Exército Americano vem sido feitos a décadas, mas um projétil de 7mm possuía uma performance terminal melhor. Testes adicionais mostraram que um projétil de 6,8mm era a combinação exata entre os dois calibres, promovendo precisão, confiabilidade e performance terminal a uma distância de mais de 500 metros. Essa combinação entre a cápsula, a carga de pólvora e projétil tiveram uma performance melhor que o 7,62x39mm Soviet, mostrando que o novo calibre era 61 m/s mais rápido. O calibre resultante foi nomeado de 6,8 Remington Special Purpose Cartridge, por conta do tamanho de seus projéteis e pelo fato de ter sido baseado na cápsula do calibre .30 Remington.

Para adaptar um fuzil na plataforma AR para disparar o calibre 6,8mm SPC, deve-se trocar apenas o cano, o ferrolho e o carregador. Mas para facilitar e simplificar o processo de conversão diversos fabricantes dessas partes já vendem o upper totalmente montado para receber o 6,8x43mm, vendendo em separado apenas as partes principais para a conversão.

Um fuzil feito apenas para o calibre 6,8x43mm é muito mais caro que apenas converter um fuzil da plataforma AR em .223 Rem. / 5,56x45mm para este calibre, e usando um upper já desenvolvido para este calibre, leva menos de um minuto para ter a arma convertida.

FN Minimi em 5,56x45mm com um kit de conversão para 6,8mm SPC
FN Minimi em 5,56x45mm com um kit de conversão para 6,8mm SPC

Este calibre foi feito para ser melhor aproveitado quando usado em fuzis curtos, para CQB (Close Quarter Battle). O 6,8 SPC proporciona 44% mais energia que o 5,56mm NATO, (quando usado em uma configuração do estilo M4), de 100 a 300 metros. Este calibre não possui uma balística terminal igual a do 7,62x51mm NATO, mas tem menos recuo e por isso é mais controlável quando disparado em modo automático além de ser mais leve, permitindo seus operadores a carregarem mais munição do que carregariam usando um calibre maior.

O 6,8x43mm gera uma energia em torno de 2.385 J na boca do cano, quando usado um projétil de 115 gr. Para se ter uma ideia, o calibre 5,56x45mm NATO gera uma energia de 1.796 J usando um projétil de 62 gr, dando então uma vantagem balística ao 6,8mm SPC sobre o 5,56mm NATO de 588 J.

Uma das características mais interessantes deste calibre é ter sido feito para fuzis de cano curto (41cm ou 16″) e por conta

AR Com dois carregadores em calibres diferentes, um em 6,8mm SPC e o outro em 5,56x45mm NATO
AR Com dois carregadores em calibres diferentes, um em 6,8mm SPC e o outro em 5,56x45mm NATO

disso seu projétil ganha, quando seu cano é maior que 410mm, apenas 7,6 m/s de velocidade a cada 25mm a mais. E não há perda ou ganho em precisão com canos maiores, como de 560 a 610mm (22″-24″). Este calibre funciona muito bem também em fuzis com canos menores que 410mm. Em desenvolvimentos recentes, entre 2008-2012, a velocidade do 6,8x43mm foi aumentada entre 61 a 91 m/s, este trabalho foi feito pela Silver State Armory LLC, e de alguns produtores de fuzis customizados, usando as configurações corretas em seus fuzis. Recentemente a LWRC, Magpull e Alliant Techsystems (ATK) começaram a introduzir uma nova plataforma AR específica para o 6,8mm SPC, que permite usar um carregador magpul P-MAG e um cartucho de 5,9cm. A Arma de Defesa Pessoal (PDW – na Sigla em Inglês) conhecida como Six8 no calibre 6,8mm SPC II seu cano possui raiamento 1:10 e é capaz de utilizar todas as munições neste calibre.

Se você gostou deste artigo, por favor, compartilhe-o com seus amigos!

Criador do blog Firearms Brasil. Atirador Informal, Técnico em Informática, mineiro e apaixonado pelo mundo das Armas de Fogo.

2 COMENTÁRIOS NO ARTIGO: “CALIBRE DA SEMANA: 6,8mm SPC

  1. BOM DIA! EXCELÊNTE MATÉRIA SOBRE O CALIBRE! DUAS PERGUNTA, NO GERAL QUAL CALIBRE SERIA “MELHOR” 5,56 ou 5,45, E O AK 74 É TAM CONFIA VEL QUANTO O AK 47 ? OBRIGADO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *