CALIBRE DA SEMANA: .300 WINCHESTER MAGNUM

Sejam bem vindos a mais um calibre da semana e desta vez falaremos sobre o .300 Winchester Magnum, que também pode ser chamado de 7,62x67mm. Este calibre foi desenvolvido em 1963, quando na época, os caçadores norte americanos viram a necessidade de um calibre .30 que poderia ser considerado em vários termos, mais popular, tanto seu preço quanto a viabilidade de armas feitas para este calibre. A Remington havia recentemente lançado o calibre 7mm Remington Magnum, e rapidamente se tornou um sucesso em vendas, o que mostrou como o mercado esta receptivo para calibres de alta intensidade.

Fuzil NEMO Arms Omen RECON .300 Winchester Magnum
Fuzil NEMO Arms Omen RECON .300 Winchester Magnum

Imediatamente após o lançamento do 7mm Remington Magnum, a Winchester respondeu lançando um calibre que usava uma cápsula de .458 Winchester Magnum cinturada com seu pescoço reduzido estilo garrafinha para acomodar um projétil de .30 ogival e claro, com os “ombros” do cartucho também redesenhados para acomodar uma maior capacidade de propelente. Pronto, o calibre .300 Winchester Magnum havia nascido.

O .300 Winchester Magnum obteve sucesso instantâneo, conquistou o mercado e tirou de jogo calibres como o .300 Holland & Holland, .300 Weatherby e o .308 Norma Magnum (hoje em dia, quase extinto). Sua força de mercado foi tão grande que os preços, tanto da munição quanto das armas feitas para este calibre, se tornaram muito baratas. Além do que o calibre ficou conhecido por sua precisão extrema a longa distância.

Da esquerda para a direita, comparação de entre: .223 Remington, .308 Winchester Magnum e .300 Winchester Magnum.
Da esquerda para a direita, comparação de entre: .223 Remington, .308 Winchester Magnum e .300 Winchester Magnum.

O .300 Winchester Magnum possui uma cápsula de 66,5mm de comprimento, que permite seu uso em armamentos de ação padrão, como rifles feitos para o calibre .30-06 Springfield. E por conta disso a difusão do .300 Winchester Magnum aconteceu de forma acelerada, porque desde a anos antes os fabricantes de armas já produziram rifles em ação longa. A única inconveniência no design de sua munição, pode ser o pescoço do cartucho, pois as vezes era muito difícil fixar o projétil nele. Além disso, se um projétil ogival de 150gr fosse usado, ele poderia ficar acomodado em um lugar muito fundo dentro da cápsula, diminuindo assim a capacidade de propelente. Usar este tipo de ponta então é, normalmente, a última opção para quem faz esse tipo de munição, entretanto, alguns fabricantes começaram a fabricar este calibre com pontas de 180gr a até 220gr, que parece não fazer muita diferença em relação aos projéteis de 150gr.

Além do calibre ser usado para a caça de animais grandes, como ursos e búfalos, o .300 Winchester Magnum, chamou a atenção também das forças militares, que estavam impressionados pela extrema precisão em longas distâncias do calibre e ainda hoje as mais modernas forças militares tem rifles neste calibre para seus snipers em seus arsenais.

Assim como na maioria dos calibres com nomenclatura Magnum, este usa pólvora de queima lenta, e por isso precisa de um longo cano para alcançar sua melhor performance em termos de velocidade e estabilidade. E é por isso que a maioria dos rifles em .300 Winchester Magnum possui canos de 60 ou 65cm. Sua velocidade pode chegar a 1000 m/s quando usado um projétil de 150gr e 870m/s usando um projétil de 220gr.  Entretanto, o recuo do disparo não é nada “leve”.

Rifle Crane Built Mark 13 Mod em .300 Winchester Magnum
Rifle Crane Built Mark 13 Mod em .300 Winchester Magnum

Este calibre pode desenvolver uma energia de até 4903j e assim como todos os outros calibres em .30, ele é extremamente versátil em relação a viabilidade de peso dos projéteis, tendo desde 130gr a 220gr. É um calibre muito usado na Europa para caçadas a longa distância, graças a sua trajetória plana, resistência a ventos e sua excelente estabilidade em voo.

Quase todos os fabricantes de rifles oferecem um ou mais modelos de armas neste calibre; a melhor performance pode ser obtida em armas por ação de ferrolho, mas rifles em ação Kipplauf (monotiro) ou até mesmo em plataformas Express, também usam o calibre .300 Winchester Magnum. Fuzis e rifles semi automáticos neste calibre tem sido populares para a caça de javalis e por conta disso outros fabricantes começaram a produzir armas semiautomáticas neste calibre.

Na Europa, apesar de todas as restrições dadas ao calibre, o .300 Winchester MAgnum é definitivamente o calibre de nomenclatura Magnum mais popular disponível para atiradores civis, assim como o 7mm Remington Magnum.

Tabela de comparação entre os calibres .308 Winchester, .30-06 Springfield, .300 Winchester Magnum e .300 Weatherby Magnum:

CalibreCritérioNa boca do cano
A  91m
A 180m
A 270m
A 370m
A 460m
.308 Winchester  150 gr
Velocidade861 m/s797 m/s737 m/s678 m/s623 m/s570 m/s
Energia3,604 J3,090 J2,637 J2,240 J1,887 J1,581 J
.30-06 Springfield 165 gr
Velocidade850 m/s792 m/s 732 m/s676 m/s 621 m/s570 m/s
Energia 3,894 J3,350 J2,868 J2,400 J 2,065 J1,737 J
.300 Winchester Magnum  180 gr
Velocidade 910 m/s859 m/s807 m/s756 m/s707 m/s 659 m/s
Energia4,877 J4,306 J3,792 J 3,329 J2,911 J 2,534 J
.300 Weatherby Magnum  180 gr
Velocidade 990 m/s930 m/s872 m/s816 m/s 763 m/s712 m/s
Energy5,726 J5,045 J4,435 J 3,888 J3,396 J2,954 J
Os valores foram fornecidos pelos fabricantes: Winchester, Remington, Winchester e Waatherby, respectivamente.
Se você gostou deste artigo, por favor, compartilhe-o com seus amigos!

Criador do blog Firearms Brasil. Atirador Informal, Técnico em Informática, mineiro e apaixonado pelo mundo das Armas de Fogo.

One thought on “CALIBRE DA SEMANA: .300 WINCHESTER MAGNUM

  1. Boa noite ! Exelente artigo informativo . Curto muito armas longas mas no brasil é muito complicado consrguir um rifle de ferrolho num calibre maior q 22 . Se slguem tiver alguma ingormação complementar ou indicação agradeço . Compdrti lha com a gente .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *